Mungunzá ou Canjica com um toque da culinária baiana, confira

Sobremesa com o irresistível toque da culinária baiana

0

Chamada como Mungunzá em algumas regiões, hoje vou compartilhar essa receita de canjica com um toque da culinária baiana, uma sobremesa deliciosa.

A origem da palavra mungunzá é africana e significa milho cozido. Já a palavra canjica provém da língua quimbundo, falada no Noroeste de Angola.

Claro que no Brasil temos diferentes maneiras de preparar a canjica, mesmo porque é um ingrediente que permite que sejam incorporadas especiarias para deixar a sobremesa mais gostosa.

Você pode gostar: Bala baiana de coco fácil e deliciosa, confira aqui a receita e faça para vender

Confira os ingredientes do Mungunzá com um toque da culinária baiana

Ingredientes

  • 2 xícaras de milho para canjica previamente deixadas de molho em água de um dia para outro
  • 3 e 1/2 litros de água
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 vez a medida da lata de leite
  • 1 vidro de leite de coco
  • 1 pacote de 100 g de coco ralado úmido ou fresco
  • Canela em pó e cravo a gosto

Modo de preparo

Primeiro cozinhe a canjica que estava de molho na pressão por aproximadamente 1 hora em três litros de água. Decorrido esse tempo deixe a pressão sair sozinha da panela para que a canjica ganhe mais um tempo de ficar macia.

Com cuidado, abra a panela e verifique se os grãos estão cozidos a contento. Retire o excesso de água, deixando um pouco, a quantidade suficiente para que cubra a canjica.

Em fogo baixo vá acrescentando o leite condensado, o leite, o leite de coco e o coco ralado mexendo delicadamente por aproximadamente 10 minutos. Apague o fogo, tampe a panela novamente e aguarde que a canjica fique morna.

Coloque a sobremesa em uma travessa e salpique canela em pó e coloque cravos a gosto na receita. Sirva morna ou gelada.

Dicas

Em algumas regiões as pessoas ao invés da canela salpicam farofa de amendoim por cima, eu gosto de salpicar aquelas paçoquinhas redondinhas. Existem hoje no mercado a canjica já cozida para vender, já usei e gostei bastante, pois ganhei tempo com isso.

Gostou de mais essa receita de Mungunzá com um toque da culinária baiana? Confira outras em nosso portal!

Bolinho de estudante de tapioca, uma delícia, confira aqui

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.